Ministério Público deve investigar contrato superfaturado da prefeitura de Lagoa de Pedras

O Ministério Público Estadual, precisa colocar as suas lupas para investigar o contrato no valor de R$ 183.600,00, firmado pelo prefeito Raniere Amâncio da Silva da cidade de Lagoa de Pedras (RN), com a empresa CRIL SOLUÇÕES AMBIENTAIS, na prestação de serviços de coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos da área da saúde.

Os contratos firmados por outras prefeituras com a referida empresa, com o mesmo objetivo, são orçados em torno de R$ 20 a 30 mil.

Robson Pires